Violência Doméstica | “No isolamento estamos consigo, escreva quando não puder falar"

Violência Doméstica | “No isolamento estamos consigo, escreva quando não puder falar"

No Município da Figueira da Foz existe uma Estrutura de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica – Núcleo de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica do Baixo Mondego, que conta com o apoio e colaboração de todas as entidades que constituem a Rede Interinstitucional de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica da Figueira da Foz.

Devido ao estado de emergência nacional, o atendimento é realizado, preferencialmente, por telefone 969 571 742, ou correio eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Os atendimentos presenciais serão realizados mediante marcação prévia.

Existe ainda a Casa de Acolhimento de Emergência para Vítimas de Violência Doméstica da Delegação da Figueira da Foz da Cruz Vermelha Portuguesa.

Esta Estrutura de Acolhimento recebe mulheres e/ou mães com filhos, vítimas de violência doméstica, que necessitam de resposta residencial. A entrada é imediata (mediante disponibilidade de vaga), mas atualmente as novas utentes têm de cumprir 14 dias de isolamento.
Contato Telefónico – 233 407 308 / 961 560 388 | Correio Eletrónico – Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

O município está desperto para esta problemática, pelo que, para além das entidades de apoio, disponibiliza às vítimas de violência doméstica o contacto com a linha de apoio ao isolamento (966 968 835 - confidencialidade garantida).

A violência doméstica assume a natureza de crime público e, neste sentido, qualquer cidadão pode denunciar alguma situação que tenha conhecimento às entidades competentes.

Veja em https://www.cig.gov.pt/portal-violencia-domestica/covid-19-seguranca-isolamento/ alguns conselhos de segurança para as vítimas, mas também alguns conselhos e recomendações para os vizinhos.

Faça sentir a sua presença e vigilância neste momento de isolamento social.

Proteja as vítimas de violência doméstica no decorrer das medidas de contenção da COVID-19.