Município da Figueira da Foz preparado para ativar Plano de Evacuação de Entidades com Estruturas Residenciais

Município da Figueira da Foz preparado para ativar Plano de Evacuação de Entidades com Estruturas Residenciais

No âmbito das estratégias para prevenção e controlo da infeção pelo novo Coronavírus (Covid-19) e considerando as orientações da DGS – Direção Geral da Saúde, entendeu o Município da Figueira da Foz criar um Plano de Evacuação Entidades com Estruturas Residenciais que, segundo a vereadora da Ação Social e Saúde, Diana Rodrigues, “define os procedimentos necessários para a operacionalização de uma ação rápida e concertada perante uma eventual situação crítica nas respostas residenciais do concelho, sejam elas destinadas à população idosa, pessoas com deficiência, infância e juventude.”

Resultando da articulação entre os serviços municipais (Ação Social, Proteção Civil Bombeiros e Sistema de Informação Geográfica -SIG) e a Unidade de Saúde Pública, o plano garante a estas entidades, que prestam diariamente apoio a populações especialmente vulneráveis, uma resposta efetiva, ao nível dos espaços de acolhimento, transporte e recursos, bem como toda informação, segurança e apoio, indispensáveis neste contexto tão exigente.

Toda a informação relativa às estruturas em apreço (número de utentes, número de colaboradores, características, …) e espaços de acolhimento estarão agregadas e georreferenciadas numa plataforma que servirá de base a toda a operacionalização do plano.

O Município dispõe de 120 camas e vários espaços de acolhimento em diferentes zonas do concelho.

Diana Rodrigues considera que “o apoio a estas entidades e o cuidado e segurança da população são absolutamente prioritárias para o Município, pelo que todos os esforços estão a ser feitos para que tal seja garantido”.

A autarca garante que todas as “ações serão sempre articuladas com a Unidade de Saúde Pública”.